Arquivo mensal: maio 2011

Classicos da preguiça: Viva o Atum em lata!!

Padrão

Por Amanda

Cada dia que passa eu tenho a impressão que o dia não tem mais 24 horas. E nesse corre-corre nosso de cada dia, muitas vezes não dá tempo de fazer um almoço descente. E com o super salário que ganhamos, também não dá pra almoçar fora, toda vez que a pressa e a preguiça batem forte no nosso peito né? ahahahahah Então, o jeito é apelar. Mas quem disse que apelar significa comer um ovo frito com arroz? Ou um macarrão com salsicha? Tudo bem, eu entendo que na hora da muvuca o Miojo é Rei, tudo bem. Mas as vezes podemos criar todo um “gramour”, né? Sim, pq não? O Atum em lata tá aí pra isso! kkkkk O Atum é o primo rico da Sardinha, muita conhecida na cozinha das brasileiras que não desistem nunca. haahahahaah( Na minha, ela nunca falta ) Então, chegando em casa do trabalho, no auge da fome , eis que vejo a salvação: uma lata de Atum e um restinho de macarrão. Pronto, pra quê mais meu povo? Do jeito que eu estava, o prato foi um verdadeiro banquete. Ser chique, é uma questão de oportunidade. kkkkkkkkkkkkk

Chegou apressada? A fome da tomando conta de você? Tá com preguiça e quer comer uma coisa legal? Arrume uma lata de Atum, cozinhe um pouco de macarrão, faça uma gororoba com molho de tomate, misture tudo e seja feliz! ahuahuhuahuaahuhua

Ocrim e Zefinhas: Resultado do Sorteio de uma Cesta de Delícias!!!

Padrão

Helloooooooooooowww!!!

Acho tão mara vir comunicar resultado de sorteio, tão emocionante! ahahaha

Pois bem, Sorteio feito e já temos um grande sortudo!!! Mas antes queremos agradecer a todos que participaram, foi ótimo contar com a participação de vocês! E também agradecer à Ocrim por essa oportunidade, foi uma honra contar com uma empresa como esta, muito legal!

Então vamos deixar de blá blá blá e ir direto ao ponto. O sorteio contou com 26 participantes, enumerados de 3 a 28 (excluindo as 2 primeiras linhas do excel), joguei no random.org e o sorteado é o participante de número 20! E o nº20 é oooooooooooooooooooooo…

BRENO NUNES!!!

Parabéns Breno, entraremos em contato com você pelo e-mail fornecido e aguardaremos o seu retorno  pelo prazo de 48h, caso não dê nenhum sinal de vida, faremos outro sorteio!

Bjs 😀

Bolo de Abacaxi, superei um trauma!

Padrão

Por Lu

É sexta-feira uhuuu, sexta-feira uhuuu!! \o/ E vocês acham mesmo que iríamos deixar a sexta-feira chegar e não postar nada engordativo??? Muháhahahaha (bruxafeelings) “ObvEo” que não! E como prometido no post anterior, hoje trago o Bolo de Abacaxi! Siiim aquele que fiz pro niver do maridão!

Daí que esse é “O” bolo que marido adora e que eu sempre quis fazer… Maaaas por puro medo de errar, nunca tinha feito hehehehe até porque minha sogra faz tão perfeitamente que eu não tava muito afim de arriscar não! kkkkkkkkk  Só que o amor faz milagres né? (oooowwwnn) E então decidi respirar fundo e tentar fazer o agrado. O problema minha gente, não era o bolo em si, mas sim a bendita da calda caramelada que eu tenho trauma infinita! Lembram do post da banana caramelada? (se não lembra, clica aqui), nunca acertei a bendita calda, eu não sei fazer!!!  Kkkkkkkkkkkk Mas liguei pra minha mãe, peguei todas dicas e tal e fui lá, na fé vencer mais um obstáculo culinarístico da minha vida!

E vocês acham mesmo que acertei a calda de 1º??? Ahahahaha não, né! A 1º ficou mole… liguei desesperada pra minha mãe e ela mais uma vez falou como era. A 2º queimei! Kkkkkkkkkkk e até que enfim na TERCEIRA tentativa, acerteeeei uhuuu \o/!! Ok, gastei quase 1kg de açúcar só nas caldas… mas consegui! 😛 #chupacaramelo RÁ!

Então, segue aí a receita:

Massa:

  • 2 ½ xícaras de açúcar
  • 1 margarina de 250g
  • 3 ovos – claras em neve
  • 1 xícara de leite – usei leite de coco
  • 3 xícaras de farinha de trigo
  • 1 colher (sopa) rasa de fermento em pó
  • 1 abacaxi em rodelas – usei 1 lata de  abacaxi em calda, aproveitei e peguei  ½ xícara da calda e coloquei na massa também pra dá um gostinho à massa.
  • Ameixas e/ou passas para enfeitar

Caramelo

  • 1 xícara de açúcar – como eu queria mais melequento , usei 2 xícaras
  • ¼ xícara água

Como faz?

Primeiro de tudo faça a calda, se você é craque nisso ótimo, vai tirar de letra ahahaha mas como eu não sou… vou colocar aqui como consegui. Coloquei o açúcar e a água numa panela, misturei tudo e depois acendi o fogo. Deixei em fogo alto até começar a ficar douradinho, daí fiquei mexendo até ficar com a cor de caramelo e desliguei. Despejei numa forma e fiquei espalhando pelo lados, a medida que ela vai esfriando vai endurecendo, o ideal é que a forma fique toda meladinha, dos lados e no fundo. Deixe o caramelo endurecer e esfriar.

Vamos para a massa, é aquele bolo comum, básico. Bata a margarina com o açúcar, depois acrescente as gemas, bata mais um pouco até ficar um creme. Acrescenta o leite (e no meu caso coloquei um pouco da calda do abacaxi, da lata), bata mais um pouco. Acrescente o trigo peneirado aos poucos e vá batendo. Com uma colher de pau acrescente o fermento e por ultimo as claras em neve, daí vai delicadamente mexendo com a colher de pau até as claras se incorporarem por completo à massa. Sobrou um pouco de abacaxi, daí piquei e joguei na massa também!

Na forma, com o caramelo já duro, passe manteiga , no fundo e dos lados e polvilhe açúcar. Disponha as rodelas de abacaxi (sem o talo do centro, pra ficar um buraco mesmo) e no meio dos buracos coloque 1 ameixa, pra enfeitar mais coloquei passas ao redor. Daí coloque a massa na forma e leve ao forno por cerca de 40min. Pra saber se ta bom é o clássico teste do palito. 😉

Dica: Quando estiver assado, espere o bolo esfriar. Depois de frio, na chama do fogão dê aquela esquentadinha na “bunda” da forma, que é pro caramelo derreter e desenformar com facilidade!!! Essa é a dica maravilhosa da minha mãe, pois muitas receitas mandam desenformar o bolo quente, porém quando você faz isso a massa do bolo ainda não ta consistente e pode quebrar… esperando esfriar não, ela já ta bem consistente, daí é só da a esquentadinha e beleza!! 😉

Gratinado de Filé de Frango com Brócolis!!

Padrão

Por Lu

Helloooooooo!! Gente ontem foi niver do meu maridão \o/,  e eu não queria deixar passar assim em branco, embora que a festinha será no prox sábado… mas dia do niver TEM que ter alguma coisinha né, tão sem graça se não tiver nadica de nada! Daí que resolvi fazer um jantarzinho pro meu love e também me arrisquei no bolo preferido dele que eu nunca tinha feito por puro medo de errar kkkkkk que é um bolo de abacaxi, mas esse eu posto amanhã, blz?! 😀 Hoje vou deixar aqui esse gratinado de frango com brócolis:

Pois bem, eu tava sem idéia do que fazer, só queria que fosse alguma coisa com frango porque era o que eu tinha em casa e é sempre muito rápido de fazer, já que eu tava com o tempo curto pra preparar tudo! Comentei (quase que desesperada kkkkk) com minha amiga Patty Barbosa e ela me deu essa super dica (delícia) de frango gratinado, dei um tcham colocando o brócolis e o resultado foi ótimo: marido amooooou! 😀

Você vai precisar de:

  • Filézinhos de frango temperados ao seu gosto – usei limão, caldo em pó sabor galinha, pimenta calabresa e pimenta do reino (pouquinho de cada).
  • Brócolis
  • 1 caixinha de molho branco pronto  
  • 1 copo de requeijão
  • 1 pacotinho de queijo ralado
  • Manjericão à gosto
  • Fatias de queijo muçarela
  • Azeite

Como faz?

Temperei os filezinhos e deixei pegando o gosto. Depois, coloquei numa frigideira antiaderente um pouco de azeite e dourei o frango, enquanto isso dei uma cozidinha (a vapor) rápida no brócolis, sem deixá-los muito mole, para isso deixei por uns 5min numa cuscuzeira. Daí depois dos filés dourados e brócolis pronto, coloquei um fio de azeite no fundo de uma travessa que vá ao forno, coloquei o frango e o brócolis, misturei numa vasilha o molho branco, requeijão, metade do queijo ralado, salpiquei um pouco de manjericão e joguei essa mistura por cima de tudo. Pra finalizar cobri tudo com queijo muçarela, joguei o restante do queijo ralado e pra dá uma corzinha salpiquei um pouquinho mais de manjericão. Levei ao forno pra gratinar, quando tava o queijo derretido e dourado, tirei. Peeeense num cheiro bom que tava na casa! Servi com arroz e batatinhas na pressão! 😉

Munguzá Light: vai encarar?

Padrão

Por Amanda

Fazer dieta não é fácil. Deixar de comer as coisas que mais gostamos também não. Mas faz parte. Bem, pior do que fazer dieta, é conseguir manter o peso que você está conquistando com tanto esforço, né? Essa semana tive crise de garganta, estava de TPM e por isso passei 1 semana inteiriiiiinha da silva sem pisar na academia e sem seguir a dieta à risca.  Fácil né gente, na TPM sentimos muito mais fome, muito mais tristeza e até o comercial da coca-cola  Razões-para-acreditaros-bons-são-maioria, nos fazem chorar e querer comer uma barra de chocolate na frente da TV pra afogar as mágoas e suprir toda e qualquer necessidade do nosso ser naquele momento. kkkkkkkkk Eu sei, é verdade.

Mas aí você começa a pensar no tanto que você precisar suar na esteira pra perder 100 gramas e começa a refletir profundamente sobre o desastre que vai ser se você enfiar o pé na jaca. Daí você volta pra realidade, cola uma foto da Natalie lamour na geladeira e sente que a vida é dura com você, o jeito é se virar no 30 e fazer as coisas que você gosta com menos calorias. #Punk

Como eu tenho uma verdadeira queda por comidas juninas, essa semana bateu aquela vontade louca de comer Munguzá, porém, o prato é um tanto quanto engordativo e repleto de calorias. Uma receita de verdade verdadeira, leva milho, leite condensado, leite de coco , manteiga e canela. Mas como o destino disso tudo seria o meu culote, eu resolvei fazer tudo light. Não ficou “ohhhhh” que Munguzá, mas ficou bom. Sério. ahahahahha

Então, pra essa receita você vai precisar de:

  • Meio pacotinho de milho para canjica/munguzá.
  • 1 vidrinho de leite de côco light.
  • Adoçante.
  • Sal.
  • Desapego do que é um Munguzá de verdade. Se liberte.

Como faz?

Primeiro deixe o milho de molho ná água de um dia para o outro. Depois, coloque numa panela de pressão por 40 min com 1 colher de chá de sal. Quando tiver pronto, aí é só acrescentar o leite e cerca de 2 colheres de sopa, de adoçante (affff). Então é só deixar apurar e comer sem medo da balança.

O drama do Acém assado.

Padrão

Por Amanda

Nem só do que dá certo vive o Blog né gente? Hoje eu tô triste e abusada! Aliás, ontem eu tava triste e abusada. Quem já conhece todo meu drama culinarístico com as carnes, já deve conhecer toda a história do meu trauma em tentar fazer carnes assadas, cozidas…aliás, carne de todo tipo! Bem, pra quem tá chegando agora, assim que eu casei, queria impressionar o boy né? Aí fui no super-mercado e comprei uma carne linda, vermelhinha, tinha tudo pra dar certo. Eu quis imitar minha vó, que faz uma carne dos deuses, e cortei a danada em cubinhos, temperei cheia de amor, coloquei pra cozinhar, afinal eu queria fazer uma carne de panela de fechar o trânsito né? Mas…no momento em que fomos comer: cadê ?? kkkkkkk A sujeita ficou DU-RA, borrachuda e incomível, tudo pq era impossível mastigar ela. Sério. Minha mãe tentou salvar a carne, foi na minha casa e como em uma reuinão da ONU ( pq o clima tava tenso, pois eu tava arretada da vida), decidimos colocar a carne na panela de pressão pra ver se era possível salvá-la: Era meu casamento em jogo! kkkkkkkkkk Porém, depois de 40 minutos na pressão, eis a surpresa: a carne estava irredutível. ( Era algo pessoal, só pode) Sim pq ela continuou firme e forte na decisão de NÃO contribuir comigo e permaneceu dura. Daí eu ainda fiz uma última tentativa: fritar tudo. Pra quê? Para absolutamente nada, pq o fim da carne foi o lixo, infelizmente.

Bem, desde esse momento eu fiquei extremamente traumatizada em preparar carnes, daí surgiu minha mais alta especialidade: Lasanha de frango.( E frango de todo tipo, eu só conseguia fazer isso! ahahahha) O problema é que quase todo final de semana o pobre coitado do meu marido tinha que comer Lasanha de Frango, estrogonofe de frango, creme de frango, frango assado, frango…. Era o que eu tinha certeza que daria certo e com menos de 1 ano de casada, não dava pra ficar arriscando assim né? haahahhahaha

Então, passou-se 1 ano e surgiu o Blog das Zefinhas. Aqui eu aprendi a preparar muitas coisas e sair do “arroz-com-feijão” que era praxe em casa. Consegui vencer alguns medos, inclusive de carnes. Consegui fazer uma carne de panela que fez até um sucesso por aqui, consegui fazer bifes ótimos. ahahahah Mas eis que semana passada, eu queria arriscar meu 1 milhão e comprei uma peça inteira de Acém. Sim, uma peça inteira pra fazer bonito. Na verdade, eu queria imitar a minha sogra, que faz um Acém de panela de pressão mara e meu marido adora.

Pois bem, comprei a peça, esperei ansiosa pra chegada do final de semana, fui seguindo todos os passos necessários e…. A DANADA FICOU DURA! Gente, tudo veio na minha cabeça, principalmente com a pérola do marido:” Amor, o importante foi a intenção, a culpa é da carne, que é tá cheia de gordura” kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk ( Isso que é amor né? )

Eu devo confessar que o ódio tomou conta do meus pensamentos e eu perdi totalmente a paciência. A carne não se partia em hipótese alguma. Foi triste e traumático. Novamente.

Eu fiz tudo certinho ( eu acho):

1. Temperei a peça com alho e temperinhos ao meu gosto.

2. Coloquei na panela de pressão por cerca de 20 min.

3. Retirei e assei em uma frigideira grande.

4. Fiz até um molhinho bacana com o caldo que ficou na panela de pressão.

Onde eu errei?

O pior foi que ainda sujei a cozinha inteira, pq quando fui fritar a carne, subiu óleo pra todo lado possível da cozinha. Resultado: carne dura e faxina dobrada.

Oh my God! Será que tenho que desistir de fazer carne?

Hot Fudge Sundae Cake By Tatiana!

Padrão

Por Amanda

Receita enviada por Tatiana Guimarães

GENTE! Pára tudo que hoje tem receita INTERNACIONAL! ahahahahah Esse nome chique aí tem origem: a receitinha luxo de hoje vem diretamente do Canadá! Simmmm, de uma grande amiga minha, a Tati Guimarães, carinhosamente chamada de “monga” ( apelido de faculdade, sorry!) ahahahah. Bem, a Tati sempre foi uma pessoa que eu NUNCA pensei que fosse cozinhar tão bem! ahahahah Mas depois que a moça casou e partiu para Vancouver, ela supreendeu à todas “azámigas” brasileiras! ahaahhaah Pois então meu povo, a receita hoje é tipo um bolo de chocolate que só suja UMA travessa! AHahahah Aspecto muito enfatizado pela Tati, que adora cozinhar, mas que como toda Zefinha que se preze, ODEIA lavar louça! Segue!

Delíciaaaaaaaaaa

Vamos lá? Se prepare para muitas emoções! ahahahah

Por Tatiana

Entao, esse bolo é muito chique. Servida com uma bola de sorvete de baunilha, sem duvida, essa sobremesa vai impressionar qualquer visita. E outra coisita, é muito gostoso. Eu sou novata na cozinha, então pode ter certeza que essa receita é praticamente impossível de estragar.  

E eu ja falei que esse bolo lindo só suja UMA travessa? Pois é, não tem erro, essa receita é um must.

Eu copiei essa receita de um  livro de receita que eu ganhei da minha sogra assim que eu me mudei pro Canadá. O livro ensina tudo que é comum por aqui, praticamente o “feijão e arroz” norte-americano. Foi ótimo porque eu aprendi a fazer muitas sobremesas que não usam leite condensado, já que o maridão Canadense acha tudo que tem leite condensado na receita “muito doce”. Dá pra acreditar?? hehe 

Fotinha dos ingredientes que é pra não esquecer nada. 

Ingredientes

Ingredientes:

1-      Farinha de trigo

2-      Açúcar mascavo

3-      Fermento em po

4-      Óleo vegetal

5-      Essencia de baunilha

6-      Leite

7-      Açúcar branca

8-      Chocolate meio amargo em po

9-      Sal

Quantidades:

  • 2 colheres de sopa de chocolate meio amargo em po
  •  2 colheres de cha de fermento
  •  ¾ xícara  de açúcar
  • 1 xícara  de farinha de trigo
  • 1 colher de cha de sal
  • 2 colheres de sopa de óleo
  •  Meia xícara  de Leite
  •  Essência de baunilha
  • 1 xícara  (cheia) de açúcar mascavo
  • ¼  xícara  de chocolate meio amargo em pó (agora é para a calda)
  • 2 xícara s de água

Como fazer essa coisa tão xique?

Aqueça o forno pra 350C.  

Em uma fôrma quadrada, misture o chocolate, fermento, açúcar, farinha de trigo e sal. Misture um pouco com o garfo antes de misturar os ingredientes molhados. Em seguida misture o leite, óleo e essência de baunilha. Jogue tudo dentro da fôrma e misture ate ficar tudo bem homogeneo como na foto, com a aparencia de massa de bolo. O proximo passo sera parte da calda de chocolate. Salpique primeiro o açúcar mascavo em cima da massa e em seguida o chocolate em po. O ultimo passo écobrir tudo com água quente. Não tenha medo não, derrame a água em cima, pois vai derreter o chocolate em po e açúcar e formar uma calda de chocolate deliciosa.Jogue no forno por 40 minutos ou até a água em cima desaparecer. Fácil nao? Você nem precisar comer acompanhado com sorvete, é opcional.  Se você é como eu, vidrada em bolo e chocolate, você vai ficar feliz sem sorvete.