Arquivo mensal: abril 2012

Creme de Damasco com Ganache!

Padrão

Por Lu

Oi! 😀 E aí, qual será a boa do final de semana? Siiiim já to pensando nas guloseimas engordantes! Hahahaha Mas então, depois de séculos, retorno com os doces, coisa que eu amo! E a dica de hoje acho super phyna, sabe aquela coisinha bem fácil de fazer e que fica bem apresentável, além de não ser enjoativa?! Pronto, é o caso do creme de damasco, mas claaaro que eu, como uma verdadeira chocólatra TINHA que “estragar” a receita colocando o ganache né? Só pra ficar ruim… hohohoho 😛 Então, finalizando os posts do jantar árabe, essa foi a sobremesa, que de árabe não tem nada!!  kkkkkkkkk Releva aí, não dava pra fazer tuuudo né?!

A receita do creme vi em vários sites, mas a que me agradou mais foi a do blog “Aqui na Cozinha” e é muito simples de fazer, vê só:

  • 1 pacote de damascos secos – reserve uns para decorar
  • 1 copo de água
  • 1 potinho de creme de leite

Numa panela coloque os damascos com a água para aferventar por alguns minutos, uns 10min, só pra dá uma amolecida. Espera esfriar um pouco e coloca no liquidificador com a água do cozimento e acrescenta o creme de leite. Bate até ficar cremoso, eu gosto de pedacinhos, então não bati muito.
Bem, aí já estaria pronto né? Coisa simples. Maaaas, decidi dá um tcham e fiz uma geleia de damasco, colocando no liquidificador 1/2 pacote de damascos secos + 1 xícara de água + ½ xícara de açúcar + ½ limão espremido. Bati grosseiramente (porque como já falei,  gosto de pedacinho) e coloquei no fogo baixo, mexendo até ficar na consistência de geleia. Desliga e espera esfriar.
E pra pioraaaaaaaar a situação, fiz um ganache com ½ tablete de chocolate meio amargo derretido e ½ caixinha de creme de leite. Ôoo que dó, que dó… hahahahaha

Foto de cima: a geleia com pão preto, fica uma delicinha tbm.
Foto de baixo: é o creme de damasco pronto.

Então, montagem básica: creme de damasco + ganache + geleia de damasco + 1 damasco e folha de hortelã pra fazer o charminho! É bãaaao!!!!


Obs.: O creme não é doooce, tem sabor bem suave e delicado, então ao contrário do que possa parecer, o ganache + o pouquinho de geleia em cima não fica enjoativo não, fica ótimo! Bem… pelo menos pro meu paladar. 😉

Bjo

Jantar Árabe – Parte 2: Tabule e Raita de Pepino

Padrão

Por Lu

Voltamos! 😀 O blog ficou paradão né?! Pois é gente, tanto eu quanto a Amanda estamos com visitas super especiais em casa, meus ilustres hóspedes são meus pais que vieram passar a semana santa por aqui e Amanda está com uma grande amiga. Mas como hoje é segunda-feira pós comilança da páscoa, acredito que tem muita gente aí em apuros com a balança né?! hahahahaha ta bom, ta bom… eu ia postar a sobremesa do jantar árabe, mas vou ser menos má e vou de comidinha mais leve: Tabule e Raita de Pepino!

Tabule


Como havia dito no post passado, o menu principal teve como acompanhamento esta deliciosa saladinha, feita a base de trigo para kibe, ela é bem leve e refrescante, uma delícia para os dias quentes, além de super saudável.

Você vai precisar de:

  • ½ xícara de mistura temperada para kibe – usei essa –> Clica aqui.
  • ½ tomate picadinho
  • 1 pedacinho pepino picado
  • 1 pedacinho de pimentão vermelho picado
  • ½ cebola picada
  • 1 pedacinho de repolho picado
  • Um pouco de folhas de hortelã, coentro e cebolinha picadinhos
  • ½ limão espremido para temperar
  • Azeite, sal e pimenta do reino a gosto

Com faz?

Hidrate a mistura para kibe conforme instrução da embalagem, depois é só misturar todos os ingredientes, temperar com sal, azeite, pimenta do reino e limão. Pronto!

Raita de Pepino


É um simples molho de iogurte com pepino. Mas o sabor suave e perfumado que tem é uma delícia… além de dá um toque todo especial à salada ou simplesmente vai super bem como uma entrada sendo servido com pão sírio, fica ótimo!
É só ralar meio pepino sem casca e sem sementes, adicionar um copo de iogurte natural, folhas de hortelã picadinha, um fio de azeite, suco de meio limão, uma pitadinha de sal e outra de açúcar e um pouquinho de cominho. Mistura tudo e deixa na geladeira apurando por algumas horinhas antes de servir.
Agoraaa uma dica, acho que esse molho fica muito melhor se trocar o iogurte natural por essa colhada seca que eu já postei, clica aqui.
Obs.: algumas receitas falam de iogurte grego, no lugar do natural… nada mais é que deixar o iogurte natural secando num coador de pano por algumas horas, para sair o soro e ele ficar mais denso/cremoso. 🙂

Uma ótima entradinha é servir o tabule com a raita no pão sírio, acompanhando um vinho... hmmm delícia!

Beijo!

Jantar Árabe – Parte 1: Charuto de Repolho!

Padrão

Por Lu

É o seguinte, se existe vidas passadas, eu tenho certeza que eu era de algum país árabe! Sempre falo isso, porque não é possível… eu gosto demais de muitas coisas das arábias kkkk é a dança, a música, as cores, costumes e, claro, a comida!
Então que resolvi fazer um jantar temático, fiz um jantar árabe aqui em casa! Sim, com direito a entrada, prato principal e sobremesa (tá… a sobremesa não é árabe, mas a gente finge que é né amigue, não vamos quebra o clima hahaha). O resultado desse jantar vou postar aqui no blog, ao longo da semana, porque preciso muito dividir com vocês essas receitas… delíciaaaaa!!!


Então que não vou seguir a ordem não, ao invés de começar pela entrada… hoje vou direto pro prato principal: Charuto de Repolho. É supeeeer simples, além de delicioso!

Você vai precisar de:

  • 8 folhas de repolho inteiras
  • 250g de carne moída
  • ½ xícara de arroz
  • 1 caixinha de extrato de tomate
  • 1 tomate sem pele e sem sementes, cortado em cubos
  • 1 cebola picada
  • Alho, cominho, colorau, pimenta do reino, pimenta calabresa, manjericão, caldo de carne
  • Coentro, cebolinha e folhas de hortelã picadinhas
  • Azeite

Como faz?
Retire as folhas de repolho com cuidado para não quebrar, daí corta com uma faca a parte mais grossa do talo (pra facilitar na hora de enrolar). Leve ao fogo cerca de 1 litro de água com o caldo de carne, quando ferver, jogue as folhas do repolho pra dá uma cozida rápida, só pra amolecer mais a folha e dessa forma ela não quebrar com facilidade, coisa de 3min. Retire da água e reserve. Separe 1 copo da água com caldo de carne. Lave e tempere a carne moída ao seu gosto, usei cominho, colocau, pimenta do reino, pimenta calabresa e manjericão, e misture também o arroz cru com a carne. Abra as folhas do repolho (usei 2 folhas, uma dentro da outra), recheie e enrole com cuidado, colocando as laterais pra dentro, pra evitar que na hora que estiver cozinhando, o recheio fuja pelas laterais. Aí, eu sou desconfiada e fiquei com medo das folhas se rebelarem contra mim e abrir no cozimento… então prendi com palitos.


Agora é hora de fazer um super molho de tomate bem caprichado. Leve ao fogo a cebola, alho, tomate pelado, deixe dá aquela refogada no azeite e acrescente o extrato de tomate e um pouco de manjericão. Depois arrume os charutos na panela, cubra com o caldo da carne que tava separado, acrescenta o coentro, cebolinha e as folhas de hortelã (se quiser, coloque na carne moída tbm, mas eu esqueci de colocar, então coloquei no molho). Deixa cozinhar em fogo médio/baixo, panela tampada por cerca de 30min e prontinho, é só servir! Eu servi com arroz branco e tabule. Ah, mas a receita do Tabule fica pra um próximo post! 😉


Já posso gritar o ilalalalalalalaaaaiiii ??? ahuehuahe Eike loka, eike Jade… O clone feelings!  Nhá 😛

Bjoo