Arquivo da categoria: Acompanhamentos

Salada de Lentilha com Grão de Bico

Padrão

Por Lu

Oie! Então que o verão ta aí batendo na porta e nós queremos estar liiieeendasgentchy?! Tô aqui no siricutico pra que dezembro chegue logo pra eu ir curtir uma boa praia na minha terra amada! E claro… ta podendo no biquini néeeam?! hihihi

Aí que eu resolvi que nesse mês vou dá uma leveza na alimentação, não é dieta, apenas comer coisinhas mais leves pra poder liberar geral e enfiar os dois pés na jaca sem dó nem piedade no fim de ano! \o/ Lembram do post da coxa de frango assada ? Pois bem, agora é a vez do acompanhamento: a salada de lentilha com grão de bico!

Muito simples e basicona, vê só!

Usei:

  • 1 xícara de lentilha seca
  • 1 caixinha de grão de bico em conserva – aqueles que vem pronto pra servir
  • 1/2 tomate
  • 1/2 pimentão verde
  • 1/2 cebola
  • Queijo Coalho a gosto –ou outro tipo
  • alho a gosto
  • azeite a gosto
  • Suco de 1/2 limão
  • pimenta do reino e sal a gosto

Como fiz?

Primeiro coloquei a lentilha de molho em água quente por 20 min, já na panela que iria cozinhar. Depois liguei o fogo deixei cozinhando por uns 30min. Não coloque sal nem nada na água do cozimento, pois segundo nosso queridinho Jamie Olivier, o sal faz a casca da lentilha endurecer/ressecar, fica a dica! Daí depois de cozida, escorri a água e reservei. Na mesma panela, coloquei pra reforgar a cebola e o alho no azeite, joguei a lentilha cozida, dei aquela mexidinha básica pra pegar o gosto, passei pra um outro recipiente e fui adicionando o restante dos ingrediente. Primeiro espremi o limão, coloquei  o tomate, o pimentão, os quadradinhos de queijo coalho e o grão de bico. Dei uma temperadinha básica com azeite, uma pitadinha de sal e pimenta do reino moída. Prontinho! Fica um acompanhamento suave e delicioso! Né que gostei?! aderi pra vida. 😀

Agora fica uma dica interessante, eu não tinha o costume de comer lentilha, mas pesquisando sobre achei um monte de benefícios para saúde, então vou deixar aqui esses links pra vocês verem o quanto faz bem e é super recomendada!

Bjs 😉

Coalhada Síria, a preferida forever!!!

Padrão

Por Lu

Sabe quando você faz uma receita e não consegue mais viver sem ela?! Pronto, está é a minha relação com a coalhada síria!!! Gente, me chamem de exagerada, mas aqui em casa, enquanto eu puder, jamaaaaaaais deixarei de fazer minha coalhadinha mais perfeita de todos os tempos!!! kkkkkkkkkk 😀

Eu acho que, se existe “vida passada”, eu era árabe… porque pense numa culinária que eu gosto demais! Ainda não tive a oportunidade de provar de tudo, mas do pouco que comi sou totalmente apaixonada. Esta coalhada eu provei num restaurante árabe daqui da cidade e ela não saiu da minha cabeça. Cheguei em casa e fui catar a danada da receita na net, achei essa aqui que eu vou passar e tudo na minha vida mudou! ahuehauheuhuahe Não vi muuuitas variações, uma coisinha aqui outra ali. Eu fiz minhas alterações e achei muito bom.

E olha como é baratinha e super fácil de fazer, só requer paciência porque são 24h pra ficar pronta.

Você vai precisar de:

  • 1 litro de leite – dizem que é melhor aqueles tipo C (de saquinho), mas aqui por perto não acho, usei de caixinha mesmo e deu certo.
  • 1 copo de iogurte natural

Como faz?

Ferva o leite. Depois espere amonar um pouco, o ponto certo é quando você coloca a ponta do dedo midinho no leite e consegue permanecer com ele dentro, sem se queimar né, por 10 segundos. Até lá vai queimando o dedinho fia kkkkkkkkkk :P. Daí, você passa pra uma vasilha que feche bem e coloca o iogurte, mistura beeeeem. Fecha a vasilha, enrola num jornal ou toalha (eu pra garantir enrolei nos 2) que é pra manter a temperatura. Daí coloca pra descansar em lugar abafado, dentro do forno de microondas ou no forno convencional são ideais. Deixa lá o leite por pelo menos 12 horas ou até que você perceba que coalhou. Essa é a coalhada fresca, uma DELÍCIA de comer com mel… ai ai ai como eu gosto disso! hahahaha Agora é a vez de secar a coalhada, comprei um coador de café sabe? aqueles de tecido. Então coloquei essa coalhada fresca dentro e pendurei (eu tive que improvisar, então amarrei o coador na torneira da pia com barbante hahahahahaha MacGyver woman hohoho) e deixei lá secando por mais 10-12 horas. Aí é que tá, se você quiser ela mais azedinha e com uma consistência mais dura, deixa mais tempo, se quiser mais cremosa deixa por menos tempo. Depois é só tirar do coador e temperar com uma pitada de sal e azeite extra virgem, essa é a base, esse creminho que fica pode ser temperado de várias formas, com ervas finas, com pimenta… GENTE, fica um gostinho de queijo, mais azedinho coisa beeeem suave… nossa numa torradinha, bolachinha ou no pão substitui perfeitamente um requeijão! E ó, sai beeem mais baratinho hein?! E saudável!

Um pouquinho da coalhada fresca com mel... Hmmmm

Pois bem, deixo aqui também o vídeo da receita que achei no youtube, neste vídeo ele usa 1 iogurte para 2 litros de leite, mas como eu amo iogurte diminui no leite pra dá mais sabor e também não usei leite em pó porque eu não tinha em casa! =P

P.S: A coalhada fresca fica uma delícia só com mel, mas também fica um pecado batida com frutas frescas!

P.S2: Você pode guardar 1 copo da coalhada fresca para ser usada na próxima coalhada, aí nem precisa comprar o iogurte natural 😉

Bjos.

Purê de batata com moranga.

Padrão

Por Amanda

Eitxa! Olha eu aqui de novo! \o/ Pois é, meninas, faz um tempinho que não posto, mas é a vida né? Quando não é a correria do dia-dia é a falta de criatividade pra cozinhar algo diferente, ou preguiça mesmo, de simplesmente cozinhar…ahahahah Mas hoje, domingo, eu tava muito a fim de fazer comida, de preparar um almoço diferente. Semana passada provei um purê de batatas com moranga na casa de uma amiga e pasmem, quem fez foi o marido dela! Como eu esqueci de tirar foto do prato na hora do almoço, peguei a receita e tentei hoje em casa! É mara, é luxo, é poder, é sedução! ahahahah  Eu já tinha visto em alguns blogs esse purêzinho, mas confesso que não colocava muita fé que ficaria bom, e diante da minha falta de ousadia, ficava só no purê de batata mesmo =/ Mas agora a coisa é diferente, pois agora tenho um caso de amor com essa receita, simplesmente amey! Como eu queria fazer uma coisa mais fofa pra hoje, fiz um arroz branco, simples, e preparei uns camarões ao alho e óleo. A apresentação do prato foi baseada no Le Velmont.kkkkkkkkkkkkkk #BRINKS

Essa receita é bem fácil, na verdade não muda muita coisa no purê de batatas, o que vai mudar é que você irá acrescentar a abóbora moranga.

Bem, basta cozinhar a batata e a moranga até ficarem macias. Depois, junte as duas, amasse-as, acrescente margarina ( ou manteiga), leite, pimenta do reino, sal e mexa bastante. Depois, o pulo do gato: doure alho amassadinho no azeite e coloque o purê, e mexa até ficar bem cremoso. Fácil né? E super recomendo, pq realmente fica uma delícia!

Cream Cheese Caseiro!

Padrão

Por Lu

Oi! Passando por aqui rapidinho pra deixar essa dica maravilhosa pra vocês!!! Bora fazer cream cheese… em casa??? 😀

Coisa fácil, mas requer um tempinho já que são 2 etapas, porém vale muuuito a pena, olha só!

Você vai precisar de:

  • 3 copos de leite
  • 1 copo de amido de milho
  • 1 xícara de manteiga – não muito cheia
  • Sal à gosto
  • 1 caixinha de creme de leite

Como faz?

Mistura o leite, o amido, a manteiga e o sal numa panela e leva ao fogo mexendo sempre até engrossar. Espera esfriar um pouco, coloca o creme numa vasilha e acrescenta o creme de leite, aí bate com a batedeira por uns 10 a 15 minutos, ele vai clarear. Leva pra geladeira e deixa lá de um dia para o outro. No outro dia bate novamente por mais uns 10 minutos pra ele clarear ainda mais e também ficar mais cremoso. A textura do cream cheese fica ótima, consistente e macia. Adorei!! 😀 Ah, rende bastante viu?!

Dica: numa salada de batata, ao invés da maionese, coloquei cream cheese, ficou ótima! Depois coloco aqui também um romeu e julieta de copinho que ficou tinindu! hehehe

Dica2: Pode substituir o leite e a manteiga por light.

Beeeijo =*

Abóbora Paulista Recheada!

Padrão

Por Lu

Eitaaaaaaaa, bora tirar o mofo desse blog aqui bora?! Minha gente, a vida ta corrida mesmo e a gente tem dia que nem fôlego e paciência pra cozinha tem! Mas bateu a louca em mim e resolvi fazer um jantar melhorzinho né? Todo dia pão ou sopa não dá hahahaha Daí que eu tava muito afim de fazer uma comidinha que eu sempre peço no restaurante árabe que frequento aqui na cidade, que é a berinjela recheada ou abobrinha, fico alternando nas delícia hihihi Maaas, eu não tinha nenhuma das duas aqui em casa, tinha só duas abóboras paulista que marido comprou porque achou bonitinhas e disse “desenrola alguma coisa com elas?!” Então tá, fui e resolvi usá-las assim, tentando imitar o restaurante árabe kkkkkkkkkkkkkk e deu certo hein?! Ficou bem gostosinha!

Super fácil de fazer, só não é rápida no cozimento, acho que as abobrinhas cozinham beeem mais rápidas, mas eu acho que valeu a pena! Segue a receita, mas ó fiz meio no olhômetro…

Eu usei:

  • 2 abóboras paulistas
  • +/- 200g de carne moída temperadas ao meu gosto – usei uma pitadinha de sal, cominho, orégano, colorau, alho, pimenta do reino, 1/2 cebola e uma pitada de canela
  • 1 tomate
  • 1/2 cebola
  • alho
  • 1 caixa de extrato de tomate
  • 1 pedacinho de cenoura ralada
  • 1 xícara de arroz cru
  • 1 sachê de tempero pronto sabor carne
  • coentro e cebolinha
  • água quente até cobrir as abóboras

Fiz assim:

Lavei bem a carne e espremi, temperei com meus condimentos preferidos (ahh já tentaram usar canela na carne moída? uma pitadinha só e dá todo o tcham da coisa, eu suuuper recomendo!) e coloquei 1/2 xícara de arroz cru, misturei tudo. Lavei bem as abóboras cortei as extremidades e com uma faca tirei o miolinho delas, deixando como na foto aí abaixo. Aí peguei a carne moída e soquei com gosto dentro das abóboras, apertei direitinho até ficar beem recheadinhas!  Numa panela grande, coloquei pra reforgar no azeite 1/2 cebola e um pouco de alho, depois joguei o tomate e a cenoura em seguida o extrato de tomate (coloquei uma pitada de açúcar pra cortar a acidez do tomate, fica a dica!) e coloquei as abóboras lá, joguei a água quente até ficarem cobertas e acrescentei o tempero pronto sabor carne. Tampei e deixei cozinhar por 35 minutinhos. No meio do cozimento, ou seja com 15min, coloquei a outra metade da xícara de arroz no molho pra cozinhar tudo junto e misturado! 😀 e no final, já faltando uns 5 min coloquei um pouco de coentro e cebolinha.

Aí o negócio é o seguinte, láaaa no restaurante nós comemos acompanhados de pão sírio, maaas aqui em casa não tinha né?! Mas nada como um pãozinho francês fresquinho pra tascar no molhinho e se deliciar… oooooooww coisa boa!

Bjooo

Bolinho de bacalhau: eu consegui! \o/

Padrão

Por Amanda

Eu nunca tive facilidade na cozinha, pode acreditar. Tenho uma certa aversão à receitas complicadas e as vezes empanco com uma receita, sem nem mesmo tentar. Daí os fantasmas começam a surgir e eu desisto. É o caso do bolinho de bacalhau. Eu não sei  pq, mas só o nome ” Bolinho de Bacalhau” já é complicado pra mim, sabe? Tinha uma ideia de que, fazer isso seria o ápice da evolução na cozinha, numa escala onde o primeiro nível seria fritar um ovo e o último nível, fazer um bolinho de bacalhau. haahahahah Enfim, depois de comer bolinhos diversos em aniverssários, casamentos, Habib’s e etc, eu resolvi que ia sambar na cara da sociedade e fazer um bolinho de bacalhau. kkkkkkkkk Devo confessar que , apesar de super fácil, dá um pouco de trabalho SIM. Tudo bem que quando você começa a comer, você vai esquecendo todo trabalho que teve…a tristeza é só quando você termina de comer e se depara com a bagunça que ficou sua cozinha, mas enfim, pra quem quer chegar no topo da culinária internacional, vamos aprender a fazer um Bolinho de Bacalhau. Vem comigo!

Eu realmentchy preciso dizer que dá trabalho. kkkkkk Mas vamos imaginar que você acordou de bem com a vida, se pesou e viu que perdeu 3kg, achou 10 reais no bolso da calça…então….vamos supor que seu humor esteja legal, aí você não tá fazendo nada, que tal se permitir fazer um bolinho desse? kkkkkkk

O que você vai precisar?

  • 2 batatas grandes
  • Cerca de 350 gramas de bacalhau ( foi mais ou menos o que eu usei)
  • Cebola
  • Tomate
  • Salsinha
  • Azeite
  • Pimenta do reino
  • 1 ovo
  • Trigo o quanto precisar
  • Óleo para fritar
  • Farinha de Rosca
  • Paciência, força de vontade e determinação. kkkkkkk

Como fazer, em etapas, para você não se perder:

1. Dessalgue o bacalhau. Eu troquei a água 3 vezes, foi o suficiente. Depois desfie e refogue por cerca de 5 minutos no azeite, cebola, tomate e salsinha. Reserve.

2. Coloque duas batatas grandes para cozinhar, quando cozidas, amasse-as até ficarem macias. Reserve.

3. Misture o bacalhau refogado, as batatas, um ovo inteiro e trigo até dar liga, mas não deixe que fique com muito trigo.

4. Faça bolinhas, passe na água BEM gelada ( de preferência com gelo dentro) e logo em seguida na farinha de rosca.

5. Frite no óleo bem quente , escorra em papel toalha e sirva.

6. Esqueça de tem uma pia muito suja pra lavar e vá se deliciar! haahahahha

P.S.: Por favor não reparem nas fotos, foram tiradas ontem à noite, ficaram uhó.

Champignons e Shitake

Padrão

Por Amanda

Receita enviada por Welington.

Meu povo, tô dizendo! A macharada tá dominando o Zefinhas! E eu tô amando isso, pq até meu boy magia tá participando ativamente desse momento mágico. ( Sim, tá pensando que fazer torradas é fácil? É muita habilidadchy, é muita desenvoltura na cozinha BRASIL! kkkkkk) #Brinks. Mas então, hoje a receita é tão magia que eu estou sem saber postar direito. Você já se deu o prazer de provar Champignon e Shitake ? Já pensou? Eu provei, mas juro que não tava botando muita fé nessa receita não. Achei, do fundo do meu coração, que ficaria com gosto de fungo eterno. kkkkkk Mas aí veio A surpresa: QUE DELÍCIA!  Eu estava com um pé atrás, fui acompanhando o preparo, mas não acreditei quando provei, ficou divino e é um SUPER acompanhamento, super sofisticado, chique, bonito e gostoso. Agora preparem-se pra aprender com um HOMEM como se faz isso:

Gente, eu postei as fotos inteiras pq achei tudo tão lindo, tão chique….kkkkkkkk Acredito que as imagens falam por si, mas olhem como é fácil de fazer:

Você vai precisar de:

  • Champignon e Shitake  ( Uma boa quantidade, eu não sei quanto exatamente foi usado, mas não vale em conserva tá?)
  • 3 colheres grandes de manteiga
  • 1/2 cebola grande picadinha
  • 1 pouco de vinho de sua preferência
  • Manjericão à gosto.
  • Alho , pimenta do reino e sal

Olha só como é fácil de fazer:

Refogue a cebola, o alho, o sal e a pimenta do reino na manteiga. Quando a cebola estiver transparente, coloque os champignons e Shitake cortados. Refogue bastante, adicione um pouco de vinho tinto ( ou de sua preferência) e coloque o Manjericão cortadinho. Pronto!

Depois de provar, acho que SUPER combina pra fazer um risoto, vou testar e posto aqui!